MOVIMENTO SACERDOTAL MARIANO – M.S.M.

(Mensagens de NOSSA SENHORA ao Pe. Stefano Gobbi, na Itália)

Parte 10

 

Neste texto em seqüência, Nossa Senhora revela ao Pe. Gobbi mais um sinal que comprova ser esta a época profética em que a Igreja, a Esposa do Cordeiro, enfrentará a sua maior purificação, nestes dois milênios de catolicismo.

QUARTO SINAL: A PERSEGUIÇÃO.

“Permanecei todos no refúgio do Meu Coração Imaculado e encontrareis a vossa paz e a serenidade interior.
Meus filhos prediletos, já se desencadeou a tempestade preanunciada por MIM em Fátima, para a purificação da Igreja e de todo o mundo. Esta é a hora da Misericórdia do PAI que se manifesta, através do amor do Coração Divino do FILHO, no momento em que o sofrimento se torna maior para todos.
O quarto sinal que vos indica que já chegou para a Igreja o período culminante da sua dolorosa purificação, é a perseguição. A Igreja é, de fato, perseguida de vários modos.
É perseguida pelo mundo em que vive e caminha, indicando a todos o caminho da salvação. Os verdadeiros inimigos de DEUS, que perseguem cada vez mais a Igreja, são aqueles que se puseram conscientemente contra DEUS, para levar toda a humanidade a viver sem ELE.
Por vezes, a Igreja é perseguida de maneira aberta e violenta; é despojada de tudo e impedida de anunciar o Evangelho de JESUS.
Mas nestes tempos, a Igreja é muitas vezes submetida a uma prova maior; é perseguida de maneira astuciosa e indolor, sendo-lhe tirado, pouco a pouco, o oxigênio de que precisa para viver. Procura-se levá-la a comprometer-se com o espírito do mundo, o qual entra assim no seu interior, condicionando e paralisando a sua vitalidade.
A colaboração converteu-se frequentemente, na forma mais insidiosa da perseguição; a ostentada manifestação de respeito para com ela torna-se a maneira mais certa de a atingir.
Conseguiu-se descobrir a nova técnica para a fazer morrer sem alarido e sem derramamento de sangue.
A Igreja é perseguida também no seu interior, pelos seus filhos que se comprometeram com o seu adversário. Ele conseguiu seduzir até alguns dos seus próprios pastores. Entre estes há até aqueles que colaboram conscientemente neste plano de oculta perseguição interior da Minha Igreja.
Os Meus filhos prediletos são chamados a viver a prova de se sentirem, por vezes, bloqueados, marginalizados e perseguidos por alguns dos seus próprios confrades, ao passo que aqueles que são infiéis têm um largo e fácil espaço para a sua ação.
Filhos prediletos, preparem-se também para vós as mesmas horas de sofrimento que o Meu Filho JESUS viveu: as horas do Getsemâni, em que sentia a agonia interior de ser abandonado, atraiçoado e renegado pelos seus.
Se este foi o caminho percorrido pelo MESTRE, é também o caminho que vós, seus discípulos fiéis, deveis percorrer agora, à medida que a purificação se tornar mais dolorosa para toda a Igreja.
Tende confiança, filhos prediletos, apóstolos do Meu Coração Imaculado.
Nenhuma prova servirá tanto para a completa renovação da Igreja, como esta sua perseguição interior. De fato, Ela sairá deste sofrimento mais pura, mais humilde, mais iluminada, mais forte.
Vós deveis estar dispostos a sofrer cada vez mais, à medida que se for aproximando o momento conclusivo da purificação. Por isso vos quis preparar um refúgio seguro.
No Meu Coração Imaculado sereis consolados e formados na virtude da fortaleza, ao mesmo tempo que sentireis cada vez mais ao vosso lado a presença da MÃE Celeste. ELA acolherá toda a vossa dor, tal como acolheu as dores de JESUS aos pés da Cruz, pois também agora deve cumprir, para com a Igreja, a Sua Materna missão de Co-Redentora e reconduzir ao PAI todos os filhos que se extraviaram.”     
 (03 de março de 1979 – 1º sábado do mês)

 

 

A VOSSA LIBERTAÇÃO ESTÁ PRÓXIMA.

“Filhos prediletos, olhai Comigo para os sinais do tempo em que viveis. Os corações dos homens se esfriaram e o mundo tornou-se um deserto.
Mas deveis ter ainda mais confiança na vossa MÃE Celeste. Olhai Comigo para o tempo em que viveis, e vereis os sinais da Minha extraordinária intervenção.
Quando despontam os primeiros rebentos nas árvores, compreendeis que o inverno já está no fim, e que está próxima uma nova primavera.
Indiquei-vos os sinais do rigoroso inverno que a Igreja está agora vivendo na purificação, que chegou ao seu vértice mais doloroso. A Esposa do Meu JESUS aparece novamente chagada e obscurecida pelo seu adversário, que parece cantar a sua completa vitória.
Ele está certo de ter vencido a Igreja, pela confusão que subverte tantas das suas verdades, pela indisciplina que fez se alastrar a desordem, pela divisão que atentou contra a sua unidade interior, pela perseguição que se tornou insidiosa e oculta e que a crucificou novamente.
Mas no seu mais rigoroso inverno, já despontam os rebentos de uma vida renovada. Estes vos dizem que a hora da vossa libertação está próxima.
Para a Igreja está prestes a surgir a nova primavera do Triunfo do Meu Coração Imaculado. Será ainda a mesma Igreja, mas renovada e iluminada, a purificação torna-la-á mais humilde e forte, mais pobre, mais evangélica, para que Nela possa resplandecer perante todos o Reino Glorioso do Meu FILHO JESUS.
Será a nova Igreja de Luz, e já se vêem despontar nos seus ramos, muitos novos rebentos: são todos os que se entregaram a Sua MÃE Celeste; sois também vós, apóstolos do Meu Coração Imaculado.
Sois todos vós, Minhas pequenas crianças, que vos consagrastes a MIM, que viveis do Meu próprio Espírito.
Sois vós, fiéis discípulos de JESUS, que quereis viver no desprezo do mundo e de vós próprios; na pobreza, na humildade, no silêncio, na oração, na mortificação, na caridade e na união com DEUS, ao mesmo tempo que sois desconhecidos e desprezados pelo mundo.
Chegou a hora de sair do vosso escondimento para ir iluminar a terra. Mostrai-vos a todos como os Meus filhos, porque EU estou sempre convosco. A fé seja a luz que vos ilumina nestes dias de escuridão, e só vos consuma o zelo pela Honra e pela Glória do Meu FILHO JESUS.
Combatei, filhos da luz, ainda que sejais só um pequeno número! Muitos seguirão os vossos passos e entrarão no Meu Exército, porque a hora da Minha Batalha já chegou.
No mais rigoroso inverno, vós sois os rebentos que brotam do Meu Coração Imaculado e que EU deponho sobre os ramos da Igreja, para vos dizer que está para chegar a sua mais bela primavera. Será para Ela como um novo Pentecostes.
Filhos prediletos, olhai com os Meus Olhos para o tempo em que viveis.
Perseverai na oração, no sofrimento e na esperança, porque a hora da vossa libertação está próxima.”
(09 de março de 1979 – Sexta-feira de Quaresma.)

 

 

Centro de Distribuição do Livro:

Brasil: Fone: (011) 3847-4703 / 3847-4709
Fax: (011) 3847-4780 com Otávio Piva de Albuquerque

Portugal:   +351 (068) 61-1303 c/Pe. Giovanne del Ponte